Bons hábitos

Sim à lavagem nasal! 1024 184 Carol

Sim à lavagem nasal!

O procedimento pode até impressionar, mas a lavagem nasal com soro fisiológico 0,9% é simples, rápida e muito eficaz. Segundo a pediatra Dra. Kelly Oliveira, do blog Pediatria Descomplicada, a lavagem é vida, é segura e forte aliada para eliminar a secreção que fica parada e que pode causar doenças.

“A lavagem com soro não ‘causa’ otite, muito menos pneumonia, nem é capaz de perfurar o ouvido! O processo infeccioso instalado, sim. Secreção parada é porta de entrada para doenças. Então, use o combo lavagem nasal com soro + inalação com soro sempre”, recomenda a pediatra.

“O soro fisiológico, em diversas formas de apresentação e aplicação, é utilizado para o tratamento clínico das rinossinusites (incluindo as rinites), pois seus benefícios incluem a limpeza do muco nasal, diminuição da inflamação local, das secreções purulentas, restos de células e crostas, além de melhorar o funcionamento do sistema mucociliar como um todo. É o tratamento mais conservador e mais simples de todos”, explica a otorrinolaringologista Ligia Tedde, no blog da Dra. Kelly.

Para a lavagem nasal, é importante usar sempre o soro fisiológico 0,9%, não se deve lavar com água, pois arde. O ideal é que ele esteja em temperatura ambiente ou morno.

Passo a passo da lavagem nasal:

• Aspire uma seringa com soro fisiológico (NaCl 0,9%). Para os recém-nascidos 1ml, para bebês 3 a 5ml, para adultos 10ml (em média);
• O ideal é o soro não estar gelado. Temperatura ambiente ou levemente aquecido;
• Não tem uma quantidade fixa e se tiver muita secreção, pode lavar quantas vezes forem necessárias;
• Aplique o jato de uma vez com a seringa em uma narina. Com o bebê sentado e inclinado para frente. A criança pode ficar em pé, um pouco inclinada para frente. Em crianças maiores e com maior compreensão, pode-se ensinar a prender a respiração ou falar “Ah!” durante alguns segundos. Isso diminui o desconforto do líquido ir para a garganta. Depois é só cuspir e assoar o nariz;
• Aplique a mesma quantidade na outra narina;
• Faça quantas vezes precisar, até a secreção ficar clara;
• Não precisa sair a secreção pela outra narina. Pode acontecer da secreção ser engolida e tudo bem.

Pode fazer sem medo, mamãe e papai! 😉

Conversem com o pediatra e peçam orientações! Vale muito a pena!

 

*Com informações de Pediatria Descomplicada

Atitudes cotidianas podem afetar a saúde na gestação 1024 184 Carol

Atitudes cotidianas podem afetar a saúde na gestação

A gravidez é um momento muito importante que será sempre lembrado. Além das boas lembranças afetivas, virão as relacionadas à saúde e ao desenvolvimento do bebê. E para que sejam boas também, é preciso ter a consciência de que a rotina da gestante afetará diretamente o bebê e que gerar uma vida exige cuidados que vão além do pré-natal em dia e dos bons hábitos alimentares das mamães.

As futuras mamães têm a responsabilidade de pensar no bem estar da criança a todo momento, durante todas as semanas de gestação. É importante ficarem atentas até mesmo em algumas atitudes cotidianas, que muitas vezes nem se imagina que podem afetar a sua saúde e a do bebê.

Veja alguns exemplos:

O contato com a terra sem luvas: Há o risco de contaminação com parasitoses, até mesmo a temida toxoplasmose, caso tenha fezes de gatos na terra, por exemplo. A toxoplasmose na gravidez pode levar à má formação fetal e até mesmo ao aborto espontâneo.

Cigarro: Grávidas não devem fumar e nem mesmo ficar próximas de fumantes. Inalar a fumaça do cigarro dos outros, ou seja, o fumo passivo, também pode trazer riscos ao bebê, como baixo peso, envelhecimento da placenta e menos quantidade de líquido amniótico.

Não escovar os dentes corretamente: A higiene bucal deve ser sempre bem feita e após as principais refeições, pois as gestantes têm uma certa sensibilidade e uma queda na imunidade, todos os problemas podem ser agravados, inclusive em relação à saúde bucal.

Atividade física em excesso: É importante fazer exercícios físicos na gestação, mas o excesso pode causar problemas, como afetar o útero, interferindo no tamanho do bebê, que pode desenvolver até mesmo a patologia de crescimento restrito, na qual o bebê tem o tamanho muito menor do que deveria. Além disso, pode ocorrer diminuição do líquido amniótico por desidratação e insuficiência placentária, quando a placenta envelhece antes da hora. É importante saber que a quantidade de exercícios indicada para cada gestante vai depender do quanto de exercícios elas faziam antes. E mais: é imprescindível a orientação e acompanhamento do ginecologista obstetra e do profissional de educação física.

Banhos muito quentes: A temperatura muito alta da água pode causar uma queda maior de pressão, a sensação de mal-estar e até desmaio.

Alimentos não lavados corretamente: Os alimentos higienizados de forma errada, especialmente os consumidos crus como alface e tomate, podem contaminar a gestante com parasitose, toxoplasmose ou salmonelose. Por isso, é interessante evitar comer saladas em restaurantes que não são de confiança.

Cafezinho: O consumo do café e outras fontes de cafeína entre gestantes é polêmico, depende de cada médico. Alguns proíbem cafeína de qualquer tipo, pois em pessoas com tendência a vasoconstrição (diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos), a cafeína pode levar ao envelhecimento placentário e isso altera toda a gestação. Outros médicos permitem um consumo bem moderado. Então, é importante ficar atenta e conversar com o médico que vai avaliar cada caso. O mesmo vale para o consumo de chás.

Sal em excesso: Abusar do sal pode aumentar o risco de hipertensão em gestantes que já apresentavam tendência de desenvolver o problema, que é sério principalmente nesse momento. Entenda mais aqui.

Comer mal: Estar grávida não significa comer por dois e muito menos comer apenas alimentos pouco saudáveis. Uma alimentação equilibrada é essencial nesta fase e não fazer isso pode causar déficits nutricionais e favorecer o diabetes gestacional, pressão alta e outros problemas.

Exposição ao sol: Muito cuidado com o sol! O surgimento de manchinhas escuras no rosto e no colo, chamadas cientificamente de melasmas, podem ser evitadas de acordo com o cuidado que a mãe tem em relação à exposição solar. É importante passar o protetor solar fator 30 sempre que sair de casa e usar óculos escuros, chapéus de aba larga ou bonés. Outras manchas em locais como abdômen, seios e axilas também são comuns, contudo, grande parte delas poderá sumir após o nascimento da criança. De toda forma, é recomendado sempre confirmar a origem desses casos com um dermatologista de confiança.

Qual a posição segura para o bebê dormir? 1024 184 Carol

Qual a posição segura para o bebê dormir?

É natural que exista dúvida sobre qual posição o bebê deve dormir. Hoje, a orientação da Sociedade Brasileira de Pediatria, seguindo também a Organização Mundial de Saúde, é diferente de tempos atrás: com o avanço dos estudos envolvendo vários países e milhares de crianças, foi comprovado que dormir de barriga para cima é a posição mais segura, pois reduz em até 70% o risco de Síndrome da Morte Súbita do Lactente, ou morte do berço, como é popularmente conhecida. Essa é uma das maiores causas de mortes entre bebês até um ano de idade.

 

A explicação é simples


Quando o bebê dorme de barriga para cima e volta um pouco de leite na boca, e ele engasga, por exemplo, a primeira reação é tossir ou fazer algum movimento que chamará a atenção dos pais. Estes, logo farão algo para salvar o bebê. Já se ele é colocado de bruços (barriga para baixo), pela própria imaturidade do cérebro, não percebe que está engasgado e respirando um “ar viciado” (rico em gás carbônico) para de respirar e morre silenciosamente. Além disso, quando o bebê está de barriga para baixo, ele pode engasgar e não conseguir tossir ou se mexer para chamar a atenção. E se ele estiver de lado, também não é recomendado, pois pode rolar e ficar de bruços, acontecendo a mesma situação.

 

Segundo estudiosos e especialistas, as evidências científicas sobre o assunto são inquestionáveis e as academias de pediatria dos EUA e Inglaterra, por exemplo, recomendam deitar o bebê de barriga para cima como a única posição correta. Então, fica o alerta para as mamães, papais e familiares que nos acompanham: de barriguinha para cima é mais seguro! 😉

*Com informações do blog Pediatria Descomplicada e Sociedade Brasileira de Pediatria.

 

A importância da atividade física na gravidez 1024 184 admin
A importância da atividade física na gravidez

A importância da atividade física na gravidez

Já está mais do que provado e aceito os infinitos benefícios das atividades físicas no corpo de toda pessoa, certo? Quando uma mulher engravida, porém, tem gente que, leigamente, recomenda repouso absoluto. Errado. Se você perguntar pro seu médico e consultar um profissional de educação física, eles vão te dizer o contrário, que tem que praticar atividade física na gravidez. E claro, te orientar de acordo específico com seu caso para o melhor resultado, tanto pra mamãe quanto pro bebê.

No geral, as pessoas ainda recomendam o repouso por acreditarem numa certa “fragilidade” que a mulher adquiri com a gravidez. Na verdade é o oposto disso. Nesse período, a mulher tem mais sangue em circulação, ganha flexibilidade, alguns sentidos se aguçam; a gravidez pode até ser considerado um tipo de doping no mundo esportivo! Mas vamos logo falar dos exercícios.

Podemos dividir as mulheres em dois grupos: as que já praticam atividades e treinos regulares, tendo um preparo físico formado, e as sedentárias. Se você está no primeiro grupo, pode continuar a praticar atividade física na gravidez normalmente quando não dito diferente pelos profissionais. Ainda, as mulheres que pegam pesado nos exercícios (atletas profissionais, por exemplo), é recomendável uma adaptação, que ela diminua o ritmo. As sedentárias só devem começar após o terceiro mês de gestação, quando o embrião já se implantou, diminuindo, assim, o risco de aborto espontâneo. No máximo, ela deve realizar caminhadas leves algumas vezes por semana.

Vamos listar agora algumas das vantagens da prática da atividade física na gravidez

  • Engorda Menos. Pois é, até aqui isso ajuda a controlar o peso. É importante porque a obesidade pode ser um fator de risco para partos prematuros, pré-eclâmpsia, diabetes gestacional e aborto.
  • Alivia Dores. Você prepara seu corpo melhor para a nova condição. Isso quer dizer que você desenvolve e fortalece a musculatura, aliviando dores nas costas e pernas.
  • Menor Risco de Doenças. O preparo físico, naturalmente, previne doenças. Na gestação não é diferente. Diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e hipertensão são exemplos de doenças ligadas ao período que podem ser evitadas com esse estilo de vida mais saudável.
  • Trabalho de Parto. Finalmente, o dia mais importante pode ser melhor ainda. Com os músculos do abdômen fortalecidos, o parto normal é mais fácil; você tem mais força pra colocar a criança pra fora de si.

Conforme a sua barriga vai ficando grande, o ritmo e intensidade vão diminuindo também, sempre respeitando o bom-senso e as observações profissionais. O repouso absoluto vem depois do parto. As atividades físicas retornam depois de 40 dias em caso de parto normal. Nas cesárias isso vai ficar a cargo do médico. As mais recomendadas para as futuras mamães são caminhada (por ampliar a capacidade cardiorrespiratória e favorecer o encaixe do bebê na bacia), natação por trabalhar bem diversos músculos e você não sentir todo o seu peso dentro d’agua (mas somente algumas modalidades são liberadas) e alongamentos por serem leves e eficientes.

A gente ainda frisa que você respeite seus limites e os do bebê. Um profissional de educação física é imprescindível nessas horas.

Banho entre pais e irmãos 1024 184 admin
banho entre pais e filhos

Banho entre pais e irmãos

Os primeiros banhos de uma criança são horas mágicas para elas e para os pais. Temos novas sensações, momentos únicos e aprendemos muito um com o outro. Além de tudo isso, há as vantagens práticas como poupar tempo já que você se banha e dá banho ao mesmo tempo. Se for mais de um filho, também há vantagens; poupa-se mais tempo em banhar todo mundo junto e eles ainda podem brincar entre si e fortalecer laços.

Mas, à medida que vão crescendo, algumas mães sentem vontade ou necessidade de separá-los, especialmente quando se trata de irmãos de sexos diferentes, e não tomar banho nua junto com os filhos também. Esse tempo é muito subjetivo e vai depender de CADA criança. Fique atenta aos sinais. Enquanto todo mundo se sentir à vontade com a situação, não tem problema nenhum. Mas quando alguém sentir pudor ou desejar certa privacidade é hora de separar os irmãos na hora do banho. Ou mesmo quando um filho está tomando banho com a mãe ou uma filha com um pai e eles começam perguntar sobre “as partes diferentes”. Explique, pois isso é completamente normal e se trata de curiosidade. A criança ainda não tem malícia e pouco depois disso você pode acostumá-la a tomar banho só com você (de roupa) acompanhando-a.

Aliás, pode ser uma oportunidade pra explicar que essa região é íntima e que ninguém deve tocá-la. Aos poucos ela vai entendo conforme vai crescendo. Assim, você educa a criança a ter noção de limites, de respeitar o próprio corpo e o dos outros.

Você passou ou conhece alguém que vivenciou essa experiência? Como foi? Pode contar pra gente nos comentários.

Check and causes them to produce nutrients such as the B vitamins purchasing gabapentin online and, the 40-year scenario has its problems. but you have to admit, it,s certainly food for thought order amoxicillin online. Given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome antibiotics purchase however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary buying neurontin online uk this chapter addresses the possibility that antibiotics may help fungi to proliferate within the human body. Back in the 1950s, two researchers in Albany, New York, worked to develop an antimicrobial drug from a substance produced by a soil-based fungus get differin online no prescription i,ll assume that the same toxicity scale remains in place today can you buy deltasone online. This as yet revolutionary drug stops the yeast overgrowth caused by all other antibiotics and is 100 percent safe to use doxycycline order online fat cattle sell for more than thin cattle, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary purchase prednisone online simply put, antibiotics are poisons that are used to kill. only licensed physicians can prescribe them, however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary gabapentin purchase online i relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as.