Cor amarela

Icterícia e a cor amarela 1024 184 admin
Ictericia e a cor amarela

Icterícia e a cor amarela

A icterícia não é uma doença em si, mas pode ser o sintoma de uma. Ela caracteriza-se pela cor amarela em várias partes do corpo, principalmente olhos, mucosas e pele. Esse “amarelamento” todo é provocado pela bilirrubina – substância amarela produzida na bile e que permanece no plasma até ser descartada na urina, o que explica sua cor também.

Todos os dias, glóbulos vermelhos morrem em nosso sangue. Isso é normal. Estes glóbulos são retirados de circulação pelo fígado, o órgão responsável pela limpeza do sangue. É daí que a bilirrubina é formada. Todas essas coisas que o corpo não precisa serão eliminadas. Entretanto, às vezes ocorre o acúmulo de bilirrubina, o que provoca a icterícia.

Uma série de doenças pode causar essa condição como câncer, malária, leptospirose e toda sorte de doenças hepáticas. Aliás, esse último grupo de doenças é o maior fator de risco, além de uso de drogas, pedras na vesícula, defeitos congênitos e outras coisas que impedem a bilirrubina passar adequadamente pelo trato digestivo.

Icterícia em recém-nascidos são bem comuns

Atingindo cerca de 50% deles (em prematuros pode subir pra 80%), dado o seu organismo ainda estar em desenvolvimento. Achando aqueles indícios amarelos além de urina muito escura e fezes esbranquiçadas, procure um médico.

O tratamento variará de acordo com a gravidade e a causa da icterícia. O tratamento mais comum é a fototerapia; a criança recebe um banho de luz fluorescente! Através de ondas, essa luz aplicada na pele visa dissolver a bilirrubina, facilitando sua saída do organismo. Porém, casos graves precisam até de hemodiálise para limpar devidamente o corpo. E há, também, casos leves que nem se quer precisam de tratamento.

Continue acompanhando o portal Mãe Que Ama para mais informações sobre saúde gestacional e neonatal.