Higiene bucal para gestantes

9 de maio de 2016

A higiene bucal não pode ser desprezada nesse momento também. Doenças bucais como a periodontite podem causar parto prematuro.

Antes de mais nada, se você está planejando a gravidez, é muito recomendado passar no dentista. Fazer um check-up bucal, assim como você faria pro resto do corpo. Tem que aproveitar enquanto você ainda pode fazer exames como raio-x – uma vez confirmada a gravidez, certos exames, como esse último, serão proibidos.

Se houver algum problema com sua boca, o profissional irá constatá-lo e fazer um tratamento. Uma vez grávida, a limpeza tem que ser rigorosa! Todo dia deve-se usar o fio dental, escovar os dentes após as refeições, visitar periodicamente o dentista e não podemos esquecer a dieta balanceada. Sim, ela mesma.

Comer bem e saudavelmente também protege a dentição. Não podem faltar verduras e frutas frescas, e prefira opções integrais na sua comida. Recomenda-se, por exemplo, o consumo restringido de açúcar.

Gengivite na gravidez

Um número considerável de gestantes sofre com gengivite. Há pesquisas em andamento para estudar mais sobre a relação de doenças gengivais com partos prematuros e bebês abaixo do peso. Por isso a importância do fio dental. Ele age onde a escova não alcança – bem na parte em que o dente encontra a gengiva. Essa é a melhor maneira de higienizar o colo dentário, evitando, assim, as doenças relacionadas.

Depois daquela consulta preparatória com o dentista, você pode voltar a vê-lo no segundo trimestre de gestação. Essa é mais uma consulta de rotina para prevenção. Qualquer coisa, seu dentista também pode entrar em contato com seu médico. Sempre com o auxílio dos profissionais, você tem tudo para ter uma gestação e parto tranquilo.

Veja mais dicas para saúde da gestante aqui.

1 comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.