Sim à lavagem nasal!

15 de julho de 2019

O procedimento pode até impressionar, mas a lavagem nasal com soro fisiológico 0,9% é simples, rápida e muito eficaz. Segundo a pediatra Dra. Kelly Oliveira, do blog Pediatria Descomplicada, a lavagem é vida, é segura e forte aliada para eliminar a secreção que fica parada e que pode causar doenças.

“A lavagem com soro não ‘causa’ otite, muito menos pneumonia, nem é capaz de perfurar o ouvido! O processo infeccioso instalado, sim. Secreção parada é porta de entrada para doenças. Então, use o combo lavagem nasal com soro + inalação com soro sempre”, recomenda a pediatra.

“O soro fisiológico, em diversas formas de apresentação e aplicação, é utilizado para o tratamento clínico das rinossinusites (incluindo as rinites), pois seus benefícios incluem a limpeza do muco nasal, diminuição da inflamação local, das secreções purulentas, restos de células e crostas, além de melhorar o funcionamento do sistema mucociliar como um todo. É o tratamento mais conservador e mais simples de todos”, explica a otorrinolaringologista Ligia Tedde, no blog da Dra. Kelly.

Para a lavagem nasal, é importante usar sempre o soro fisiológico 0,9%, não se deve lavar com água, pois arde. O ideal é que ele esteja em temperatura ambiente ou morno.

Passo a passo da lavagem nasal:

• Aspire uma seringa com soro fisiológico (NaCl 0,9%). Para os recém-nascidos 1ml, para bebês 3 a 5ml, para adultos 10ml (em média);
• O ideal é o soro não estar gelado. Temperatura ambiente ou levemente aquecido;
• Não tem uma quantidade fixa e se tiver muita secreção, pode lavar quantas vezes forem necessárias;
• Aplique o jato de uma vez com a seringa em uma narina. Com o bebê sentado e inclinado para frente. A criança pode ficar em pé, um pouco inclinada para frente. Em crianças maiores e com maior compreensão, pode-se ensinar a prender a respiração ou falar “Ah!” durante alguns segundos. Isso diminui o desconforto do líquido ir para a garganta. Depois é só cuspir e assoar o nariz;
• Aplique a mesma quantidade na outra narina;
• Faça quantas vezes precisar, até a secreção ficar clara;
• Não precisa sair a secreção pela outra narina. Pode acontecer da secreção ser engolida e tudo bem.

Pode fazer sem medo, mamãe! 😉

 

*Com informações de Pediatria Descomplicada

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.