O que é o ensino montessoriano?

5 de junho de 2017

Você sabe o que é o ensino Montessoriano?

O método Montessori foi criado pela pedagoga italiana Maria Montessori. Defensora da autonomia infantil, ela desenvolveu seu método em torno da liberdade assistida, em que a criança é estimulada a educar-se por conta própria, com mínima interferência do professor.

Muitas pessoas que alcançam grande notoriedade passaram pelo ensino montessoriano. Seguindo os passos do pai e do tio, o príncipe George já ocupa o posto de celebridade montessoriana. Além de William, Harry e George, Beyoncé e George Clooney.

O ensino Montessoriano segue alguns princípios fundamentais:

– Autoeducação: desde o nascimento, um indivíduo aprende, por conta própria, a engatinhar, andar e falar. O método Montessori defende que crianças, quando inseridas em um ambiente estimulante, possuem curiosidade e iniciativa suficientes para aprender por conta própria.

– Educação cósmica: o conceito determina organização no ensino. Cosmos, diferentemente de caos, simboliza a função de cada coisa no Universo que leva à ordem natural. Em sala de aula, significa desenvolver consciência do próprio papel na vida em sociedade.

– Educação como ciência: utiliza-se o método científico de observar e levantar hipóteses para criar um ensino personalizado e minimamente invasivo.

– Ambiente preparado: seja a sala de aula, seja o quarto da criança, o ambiente é planejado com mobiliário adequado às necessidades físicas e intelectuais da criança. Portanto, o tamanho dos objetos e mobílias são pensados de acordo com quem utiliza.

– Adulto preparado: são os profissionais que guiam o desenvolvimento da criança. Dessa forma, eles detêm de profundo conhecimento científico sobre as fases de uma criança e as ferramentas de ensino certas para conduzir os alunos da melhor maneira possível.

– Professor acompanhador: em vez de ocupar um papel hierárquico, o professor montessoriano é uma figura de assistência.

– Criança equilibrada: quando inserida em ambiente adequado e acompanhada pelo profissional correto, a criança se desenvolve de maneira natural. Como resultado, traz à tona características que estão em seu cerne, como a ordem e o silêncio.

Aprendizado de acordo com o tempo de casa indivíduo

As responsabilidades da criança nesse modelo de ensino são desenvolvidas a partir da autonomia. Dessa maneira, não há estímulo à competitividade. Não há a pressão dos prazos, de “decorar” conceitos e tampouco a cobrança de entregas. O ensino é dado a um passo de cada vez, passos esses dados por iniciativa da criança conforme forem necessários a ela.

O ensino montessoriano valoriza a construção do aprendizado de acordo com o tempo de cada indivíduo. Consequentemente, nessas escolas, crianças com diferentes idades partilham de uma mesma sala de aula: 1 a 3 anos, 3 a 6, 6 a 9, etc.

Com esse método, a organização, a valorização do silêncio e o respeito mútuo surgem naturalmente. Portanto, as crianças, intuitivamente, compreendem que cada objeto possui lugar certo para ser guardado e que a atenção ao tom de voz é fundamental à ordem e à convivência saudável.

Elas também podem decidir quando trabalhar em equipe ou sozinhas. Tudo parte de necessidades particulares.

O método Montessori possui materiais pedagógicos próprios, também. Como o material dourado, utilizado, inclusive, em escolas não montessorianas no ensino de matemática.

Método Montessori fora da sala de aula

Fora da escola também se aplica o método. Existem arquitetos e decoradores especialistas em quartos montessorianos, por exemplo.

Esses quartos são planejados para estimular a criança a desenvolver autonomia dentro do próprio espaço, desde bebê e com o passar dos anos.  Dessa forma,  as camas são preferencialmente colocadas ao chão ou sobre um estrado, para que a criança circule pelo quarto logo que acorde.

As roupas e os brinquedos são dispostos à altura da criança, para que ela possa manipular o que bem entender. No caso de quadros, espelhos e outros objetos pedurados na parede, estes podem acompanhar o crescimento da criança, sendo levantados pouco a pouco.

Apesar de ser um método aplicável a qualquer indivíduo, a escolha do sistema de ensino deve seguir os valores prezados pela família da criança. Ideal para muitas pessoas, o método criado por Maria Montessori pode não ser o que tantas outras procuram para seus filhos.

Segundo a Organização Montessori do Brasil (OMB), há 49 escolas credenciadas em todo o território nacional. Se você achou o método interessante, você pode conferir quais são essas escolas aqui.

Até a próxima 😉

Veja mais sobre o assunto na sessão: Recém-nascido.

Para outras informações sobre saúde do bebê e gestante é só continuar acompanhando o nosso portal  Mãe que Ama. Curta nossa página no Facebook e nos siga no Instagram!

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.